Vítima, de 69 anos, morava no bairro Jardim Canadá e apresentava comorbidades

A Prefeitura de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, confirmou a primeira morte por coronavírus na cidade, nesta quarta-feira (3). A vítima tinha 69 anos e morava no bairro Jardim Canadá.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Lima, a idosa era hipertensa, diabética e cardiopata. Ela apresentou sintomas no dia 14 de maio, buscou atendimento no Hospital Biocor, em Nova Lima, onde foi testada e recebeu diagnóstico positivo para Covid-19.

No mesmo dia, a vítima teve piora no quadro e foi levada pela família para o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, onde ficou na clínica médica até 17 de maio. No dia seguinte, ela foi transferida para o CTI. Nesta quarta-feira, a idosa não resistiu.

Nova Lima tem, até o momento, 184 casos confirmados de Covid-19 e outros 1.054 em investigação. Além de um óbito confirmado, o município investiga uma morte suspeita por coronavírus.

Nesta quarta-feira, passou a vigorar um decreto municipal que permite a reabertura de novos estabelecimentos comerciais na cidade, como restaurantes, pet-shops e hotéis e pousadas. Todos devem seguir normas específicas.

Os restaurantes podem funcionar das 11h às 22h, respeitando a ocupação máxima de um terço da capacidade do espaço. Os serviços de self-service e rodízio e o consumo de bebidas estão proibidos.

Salões de beleza e barbearias só podem atender clientes com hora marcada, e hotéis e pousadas podem receber apenas metade dos hóspedes que conseguem atender. O uso de máscaras em espaços públicos, comércios e ônibus permanece obrigatório.

Fonte: O Tempo